NORONHA ou o que fazer com suas milhas

Foto da Mega prof Zaira Mateus

Foto da Mega profissa Zaira Mateus

Em tempos de dólar barato, a brasileirada só enxerga Buenos Aires e Santiago em seu cartão de milhagem.  Confesso que meu alvo também era o Chile, mas as previsões mais otimistas postergavam minha semaninha de férias pra final de novembro.  Assim como quem não quer nada, perguntei pra smiles-moça:

– E Noronha, pra quando tem?

– Pro início de julho.

Era dia dos namorados.  Isso é praticamente um milagre aéreo em período de férias escolares.  Tratei de fazer a reserva rapidinho, sem pensar em detalhes.  Quando caiu a ficha de que eu estaria indo de novo pra Fernando de Noronha, minha primeira preocupação foi fazer um curso de mergulho relâmpago em Arraial do Cabo, com o personal-dive-instructor  Vagner Amstalden (21-7852-0950).  Só depois comecei a pensar onde iria passar as noites noronhenses.

 

Foi a parte mais difícil da viagem, as pousadas já estavam agendadas, e as que não estavam, cobravam preços astronômicos pela diária.  Comecei a pesquisar nos blogs amigos do Arthur  e do Viaje na Viagem, e fui seguindo o caminho das pedras, no caso, dos corais 😳 Primeira providência : pagar a taxa do IBAMA online, pra evitar filas no aeroporto de Noronha.

Canhão na Vila dos Remédios

 Grazadeus achei uma pousada simpaticíssima, com precinhos de continente na baixa temporada (R$ 90,00 por pessoa), a Nascer do Sol, que fica bem pertinho do Porto de Sto. Antônio.  Localização perfeita para nossos projetos subaquáticos.

               

Fiquei satisfeita em perceber que a ilha evoluiu bastante desde 1999, mas que pouca coisa mudou.  O principal: as praias continuam intactas.  A diferença é que agora tem um monte de lanchonetes e restaurantinhos legais pra matar a fome depois da praia.  Principalmente tapiocarias. 

Gerador do Porto

Vista do Forte

Vista do Forte

Minha religião é o sol, meus santos de devoção são o mar e a areia limpos.  Como eu já conhecia a ilha, pude me dedicar às minhas preferidas: 

Praia do Cachorro,

a mais próxima da Vila dos Remédios, uma das mais lindas, de águas transparentes como um copo d’água, re-ple-ta de arraias, e point do pôr de sol mais popular entre os turistas. 

Dog' Beach

Dog' Beach

 

Fenda na Praia do Cachorro

Fenda na Praia do Cachorro

 

Laguinho na fenda

Laguinho na fenda

Vista do Morro desde o Buraco do Galego

Praia do Sancho, a grande estrela de Noronha, com um recife de coral à direita, povoado de cardumes coloridos a 5 metros de profundidade, a disneilândia do snorkel.  O acesso da falésia à praia é feito por uma famigerada escadinha encravada na pedra que assusta os turistas mais conservadores.  

Sancho esquerda

Sancho esquerda

Sancho direita

Sancho direita

Praia do Leão, a praia mais linda do Mar de Fora, onde as tartarugas deixam seus ovinhos (bom gosto, o delas…).  Essa praia fica mais perigosa nessa época do ano, pois as ondas ficam mais selvagens, ao contrário das praias do outro lado (Mar de Dentro) 

Praia do Leão

Praia do Leão, com Morro da Viuvinha

 

"O" Leão ... (marinho, né?)

"O" Leão ... (marinho, né?)

O único lerê incontornável foi a caminhada até a Baía dos Porcos, passando pela Cacimba do Padre, pois não há caminho melhor que a própria praia.  Como a passagem para o Sancho pela praia está interditada (atualizando: já não está mais interditada!!!), o clímax da aventura foi deixado para outro dia. 

Praia da Conceição

Praia da Conceição

Caipirinha na praia do Boldró

Caipirinha na praia do Boldró

Mirante do Boldró

Mirante do Boldró

Praia da Cacimba do Padre

Praia da Cacimba do Padre

Morros Dois Irmãos de perfil

Morros Dois Irmãos de perfil

 

Baia dos Porcos

Baía dos Porcos

Berçário de Peixinhos

Berçário de Peixinhos

São Pedro foi muito legal comigo, pois só choveu uma noite, e serviu pra refrescar um pouco, já que o calor lá não dá refresco nem no inverno mesmo. 

 

Aliás, pra quem quer ver peixinhos em enseadinhas tranqüilas, essa é a melhor época pra ir lá, já que a partir de novembro as ondas ficam iradas e os brous invadem a ilha

     

      

Mesmo assim, tem que tomar muito cuidado com os filhotinhos de arraia, que ficam descansando a 5 metros da arrebentação.  Elas são mansinhas, desde que não sejam pisadas 🙄

       

 

O MELHOR DA VIAGEM – Afinal, viemos aqui pra mergulhar ou pra tirar retrato?

Fizemos dois mergulhos, com a operadora Atlantis, que eu recomendo pelo profissionalismo, pela estrutura e pela simpatia do staff.  Cada mergulho sai mais ou menos por R$ 280,00, com roupa, cilindro, lastro, etc, tudo incluído.  VALE CA-DA CEN-TA-VO!!!!

 

O primeiro, na Laje do Morro Dois Irmãos, foi o mais bacana, mas não tinha paparazzi sub naquele dia.  Descemos no meio de um cardume de mini tubarões (lambarús), fomos visitados por arraias chitas e fomos espiar os hábitos de uma enooooorme moréia verde.  Acho que vou voltar a Noronha só pra fotografar essa turma.  (Aliás, minha camera pentax w30, que se achava impermeável, pereceu na Baía do Sancho, e se não fosse a ajuda do Saulo, fotógrafo espertíssimo, esse post não teria uma fotinho sequer).

Ponta da Sapata

Em seguida fomos à Ponta da Sapata, que é o “rabicho” da ilha.  Lá tem uma cavernona e-nor-me que daria uma ótima foto, caso fotógrafa sub eu fosse.  A luminosidade do lugar é emocionante.

O outro dia de mergulho foi no Canal da Rata/Buraco do Inferno, é uma djilíça, pois apesar do esforço pra nadar contra a correnteza, na volta a gente vem flutuando nela, e é como se estivéssemos voando.  Essas fotos foram feitas pela mega-fera-photo-sub Zaira Matheus.

Daniel e Tartaruga

Tartaruga

Eu e o cardume

Cardume vermelho

Mey e a âncora

Âncora

Em Noronha os mergulhos não são feitos em dupla, mas em “cardumes”, com um dive master guia e dois fechando o grupo.  Como lá é um parque marinho, não é permitido portar facas, usar luvas ou tocar nos animais.  Tem uma parada de segurança obrigatória de 3 minutos a 5 metros de profundidade, na subida.  A volta para o barco é feita num ponto diferente da ida, hay que tener paciência pra esperar o dito cujo chegar onde estamos.  Enquanto isso,  as fragatas olham as nadadeiras, pensam que é um cardume meio diferentão e vem conferir de perto, dando rasantes na cabeça dos divers desatentos.

Confesso que fiquei com preguiça de fazer um dos meus passeios prediletos, o passeio de barco.  Ele sai do porto e vai até a Ponta da Sapata, dando uma paradinha de 40 minutos na Baía do Sancho.  O barco é escoltado por golfinhos preocupados em proteger seus filhotes na Baía dos Golfinhos, que provocam OOOOHHHS dos turistas embasbacados com a graça dos rotadores.  Custa R$ 75,00.

 

Dá pra passear pela ilha toda de ônibus.  O bumba é britanicamente pontual, sai de meia em meia hora do Porto em direção ao Sueste e vice-versa.  A passagem custa 3,20 merrecas.  Normalmente o motora deixa você perto da trilha que leva à praia onde você vai se largar o dia todo.  Essas trilhas não passam de 15 minutos a pé.  Claaaaaaaro que tem outras trilhas mais punks, mas meu joelho não deixou eu checar pessoalmente, como por exemplo, a que leva da Praia das Caieiras (berçário de tubarões) 

Praia da Caieira

Praia da Caieira

 até a Praia da Atalaia.  São uns 5 quilômetros de infantaria pelas pedras, mato e picadas; e atualmente é a única maneira de chegar na Atalaia, já que o caminho “automobilístico” foi destruídos pelas chuvas recentes. 

Praia da Atalaia no periodo paleozóico

Praia da Atalaia no período paleozóico

Automobilístico é um termo que não se aplica muito à ilha, já que a rodovia tem só 8 quilômetros.  Qualquer deslocamento de carro não dura mais de 20 minutos, e to-do na-ti-vo tem um buggy pra te alugar, mais ou menos por R$ 100,00 a diária.  Se ficar mais tempo, dá pra negociar.  Eu acho melhor passear a pé, de carona, e nos momentos de estertores, o tal do ônibus.

NHAM NHAM

Uma das recordações mais legais dessa viagem foi um prato de peixe: Atum com Batata Doce, pimenta rosa e especiarias, no Cacimba Bistrô.  Veio acompanhado por um pão caseiro com azeite que me faz pensar em voltar a Noronha, mesmo com chuva 😀

 

Restaurante Cacimba Bistrô

Restaurante Cacimba Bistrô

Além do meu queridinho, o Cacimba Bistrô (que não aceita cartão), adorei o Xica da Silva,

que ficou me devendo um mil folhas de Tapioca, pra próxima vez que eu for lá.  Não gostei do do Buffet Zé Maria (87 pratas por um buffezinho meia boca?!), não consegui pegar a Tratoria da Morena aberta nenhum dia, mas é muito recomendado.  

Outro que me conquistou pelo coração e pela boca foi o Restaurante da Edilma, bem na Vila dos Remédios, com uma comidinha caseira muito honesta e um feijãozinho inesquecível, assim como a simpatia da Shirlene e do Tony, que atendem e operam o Cyberonha.

 

A maioria dos comerciantes aceita cartão de crédito.  O único banco da ilha é o ABN Amro (Banco Real).  Tem um caixinha do Bradesco dentro do Correio, mas só funciona de 09:00 às 12:00.  O povo também aceita cheques.

 

A conclusão a que eu cheguei é que, agora que eu sou uma scuba-bebê, preciso voltar a Fernando de Noronha…logo…sempre…de preferência todo ano 😉 

Por de sol na Praia do Cachorro

Por de sol na Praia do Cachorro

Tchau, Noronha!

Anúncios

Tags: , , , , , , , ,

37 Respostas to “NORONHA ou o que fazer com suas milhas”

  1. Mô Gribel Says:

    Minha nossa! Que foto linda esta do por-do-sol!!!!

  2. Lota Says:

    Ô, sorellina
    Noronha fica ainda mais irresitível com a sua pena e a sua lente.
    Q saudade de viajar com vc!
    Bj,
    Lota

  3. Meilin Says:

    Poizé, Mô, acho que o por-do-sol é o principal produto da economia insular 😀

  4. Andréa ( prima) Says:

    Oi Prima!

    Adorei! M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!!!!!!! Taí um lugar que gostaria muito de ir, mas ainda não aconteceu. A Cláudia já esteve lá, mas tb faz muito tempo… As fotos estão muuuuito bacanas, é um lugar paradisíaco mesmo…. Confresso que teria um pouco de medo em encarar tubarões ( mesmo que minis ), arraias e moréias, mas enfim, faz parte, né? hehehe…
    Que bom que vc desfrutou mais uma vez deste lugar maravilhoso!
    Bjs viajantes,

    Andréa.

  5. Ana Lúcia Says:

    Oi Meilin,
    Tu não para né???
    Muito lindo o visual da mais bela casa de nossos irmãozinhos…hehe
    Tu foi fazer o tal curso em Arraial e nem apareceu???
    Sacanagiiiiiiiiii
    Bjos aquáticos,
    Ana

  6. Helen Says:

    Uau Mailing!! Espetacular !
    Cada visual, cada comidinha…nhaam….mto bom!!
    Sinceramente, praia não é nada a minha praia, mas nessa viagem vc soube mostrar o melhor do bão do mais legal dessas praias lindas!!!
    Parabénss!!
    By the way, que casa de irmãozinhos é essa que a Ana falou, que eu não conheço???? Afinal, se é irmão dela é meu tumém, oras!!

    bjs

    Helen

  7. Marise Arenaro Says:

    Olá, querida!!
    Tenho certeza que voce curtiu cada minutinho dessa viagem maravilhosa, hein?
    Amei as fotos e o seu blog. Parabéns!!
    Esperamos voces em Arraial para uns mergulhinhos básicos.
    Super beijos,
    Marise

  8. Meilin Says:

    Andréa, quando os filhotes crescerem um pouquinho mais, dá pra encarar um passeio-família em Noronha com eles 😉

    Nani, eu fiz o curso aqui no Rio, com aulas teóricas no escritório, as aulas práticas (no uiquendi) é que foram em Arraial, e eu já imaginava que vc não estaria lá (e já sabia que ia tomar bronca mesmo assim 😳

    Helen, os irmãozinhos são os peixinhos 😀 só espero que eles não tenham ascendente em escorpião como nosotras 😎

    Marise, já estou me assanhando pra ir encontrar vocês no fim de agosto/início de setembro. Mwack

  9. Emília Says:

    Espetacular, Meilin…eu sou uma que pretendo voltar logo a Noronha…e sempre 😉
    Tenho uma prima/amiga que arranjou companhia para ir em setembro, tinha arranjado um preço especial num pacote e estava em dúvida…eu só falei: ‘Vai!’ 😀
    As fotos submarinas da moça estão lindíssimas, as cores da primeira especialmente.

  10. Arthur Says:

    SAUDADES de Noronha….

  11. Cristina Says:

    Excelente, viajei de volta à Ilha. Adorei conhecer seu blog! Passando para visitar o blog dos novos amigos virtuais-reais.

  12. Meilin Says:

    Emília, se for, “miliga”, viu 😉

    Arthur, me inspirei muuuito nas suas fotos, birgadinha pela cola

    Cristina, seja bem vinda, a casa é sua 🙂

  13. Paula* Says:

    Meilin, que post lindo! Que fotos!
    Só fiquei com mais e mais vontade de conhecer esse lugar lindo!
    Adorei conhecê-la ao vivo e a cores 🙂
    Nossa conVNVenção foi uma delícia! 😀

  14. Meilin Says:

    Paula*, eu também a-mei conhecer vocês, a Malu* e a Gabi* são umas ladies, já estão eleitas mascotes VnV cariocas (já que os primeirões são o Gabriël e a Clara)

  15. Daniel Says:

    Excelente seu blog Mei. Vou deixar essa matéria no ‘favoritos’ pra quando eu tiver milhas 😉

  16. Regina Says:

    Oi Meilin: sou leitora do Ricardo e sempre passo pelos blogs associados ao VNV…porque se antes era somente o blog do Ricardo, agora tenho que bater cartao em todos. Que legal a conVNVençao no Rio. Paraben a todos que organizaram e que participaram. Quem sabe nos conheceremos quando for ao Rio..atualmente vivo em Madri. Adorei o post de Fernando de Noronha, e aproveitando: vale a pena visitar Noronha em março? Tenho uns amigos, que tambem sao mergulhadores que vao prá lá e to dando uma maozinha com esse tema; me perdoe mas já copiei todas as suas dicas. Se tiver mais alguma recomendaçao pode mandar. Eu fico feliz…E como a Majo falou que voce é doutora no assunto samba, posso te fazer uma consulta depois?

  17. Meilin Says:

    Oi, Regina, que legal, mais uma correspondente internacional da comunidade VnV 😉
    Sim, vale a pena visitar Noronha sempre. Março é o final do verão, mas não é época de chuvas. A época de chuva termina agora em agosto, mas debaixo d’água tá sempre molhado né? Noronha é linda, mas o parque marinho é des-lum-bran-te! Eu recomendo “com força”.
    A Majô exagerou um pouquinho, mas talvez eu possa te ajudar, pode consultar :mrgreen:

  18. Meilin Says:

    Na verdade, eu não recomendaria réveillon nem carnaval na ilha, porque eu imagino que fique muito cheio …

  19. Regina Says:

    Brigadinho Meilin, anotadissíma sua recomendaçao. Pois é menina, aqui vamos levando nossa vidinha em madrid, sempre com saudades da familia e do Rio e de Salvador também. Sou apaixonada pela Bahia. Se organizarem uma conVNVençao na chapada diamantina, eu faço qualquer coisa pra ir. A outra dúvida que eu tenho é sobre o carnaval. Meus amigos estao chegando ao Rio justamente dia 28 de fevereiro 2009, dia do desfile das campeas. Vale a pena ir? Acho que sim, mas como nao conheço o esquema de compra de ingressos e a estrutura do sambodromo, nao posso fazer muita coisa. Pode me dar uma idéia geral sobre isso? Se for melhor pra voce, pode me responder ao meu correio diretamente. E pode se preparando que vou te pedir as dicas quentes do Rio pra eles..Muito obrigado e já sabe qualquer coisa que precisar daqui de Madrid, as ordens.

  20. Meilin Says:

    Ok, Regina, vou me informar sobre a compra de ingressos e te dou retorno quando puder. Absssss

  21. Majô Says:

    Meilin, acabo de fazer esta sua viagem fantástica !!! Só de ver as fotos, a praia do cachorro é de apaixonar mexmo, imagino ao vivo. E suas fotos um escândalo !!!
    Adorei seu roteiro esplicadinho com todas as dicas 😉

    Regina, vou dar meu pitaco. Para estrangeiros o desfile das escolas é um programa belíssimo. Acho que vale a pena eles irem sim 😉

  22. Camila Says:

    Oi, Meilin! Sou amiga da Carlotinha! Seu blog está uma delícia! Parabéns! Bjos!

  23. Henry Says:

    Desculpe a demora, querida. Eu estava esperando a inveja baixar para poder falar algo, mas falar o quê se vc disse tudo e mais um pouco?
    Só para não dizer que não li, achei os mergulhos caros demais (apesar de vc falar que vale cada centavo), pois com esse valor vc mergulha uma semana inteira no caribe, duas vezes por dia, duas descidas por vez.
    E a sua câmera, se quiser, me manda que eu faço uma revisão.
    Ou se quiser fazer um upgrade para uma semi-pro, eu vi uma de babar num preço bom.
    Beijos

  24. Meilin Says:

    Camila, que bom que vc gostou, volte sempre 🙂

    Henry, vamos conversar sobre essa semi-pro :mrgreen:

  25. Majô Says:

    oops explicadinho

  26. Wilson Says:

    Olá Meilin.

    Muito legal seu blog! Maravilhosas as fotos! Revivi um pouco da minha viagem para lá mês passado. Muito obrigado pelas dicas: Atlantis, Cacimba Bistrô, Restaurante da Edilma, Sancho… Supervaleu ter conhecido Noronha. O lugar é realmente um paraíso. Voltarei, com certeza!

    Um beijo.

  27. Meilin Says:

    Que legal, Wilson 🙂
    Viajar é bom por isso: ninguém nos tira as lembranças. Voltaremos, com certeza!

  28. Carmen Says:

    Oi,
    É um post lindo e as fotos são magníficas! Eu quero conhecer Fernando de Noronha!!! Urgente, urgente!

  29. Meilin Says:

    Carmen, se precisar de guia, pode contar comigo 😉

  30. Carmen Says:

    Meilin, o seu post ja é uma boa guia, mas conto com você. Seguro!

  31. CarlaZ Says:

    Oi Meilin…acompanho seu blog e adoro mas não sei se já comentei por aqui…
    Pretendo fazer um curso de mergulho em breve e lembrei que você tinha esse instrutor…passei aqui pra pegar o telefone…mas vi que tem aula teórica no Rio…eu estou querendo um curso que faça tudo de uma vez lá. Aproveito para perguntar se tem alguma recomendação de pousada em Arraial do Cabo.
    Beijos

  32. Meilin Says:

    A pousada mais charmosinha de Arraial é a Capitão N’Areia http://www.capitaopousada.com/
    Mas tem uma mais modestinha, porém honesta que eu gosto muito, que é a Pousada do Capitão
    http://www.pousadadocapitao.com/
    Lá em Arraial tem a Escola de Mergulho PL Divers que também dá aulas
    http://www.pldivers.com.br

    Tomara que vc goste 🙂

  33. CarlaZ Says:

    Obrigada Meilin!!!
    Vou ver isso já…só não sei se vou nesse final de semana porque está muito frio…
    Beijos

  34. amy Says:

    Hi, I dove with you about a week ago and wanted to get in contact with one of the English speaking guides, could you help me? Thank you!

    • Meilin Says:

      Sorry, Amy, I don’t know any english speaking guide in Noronha, but I don’t think it will be difficult to find some people ther to help you, since there are many foreign tourists in the island. Good luck 🙂

  35. zé horacio Says:

    procuro Zaira que vi linda na Globo News.

  36. wanessa Says:

    [i]kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk coisas feia que eu ga vi na minha vida kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: