Rio off-road urbano

Enquanto carioca empedernida (aliás, mais carioca do que brasileira) eu considerava uma grave falha no meu currículum nunca ter subido a trilha que  leva até o Morro da Urca.

É uma trilha quase geriátrica, de tão facinha, curtinha e bem sinalizada, mas meu joelhos enguiçados não tem a mesma opinião.

Mais uma vez eu me engajei no passeio do grupo de pandeiristas  Rio Pandeiro e pude aproveitar a companhia (o apoio, os biscoitinhos, o cajado, o chocolate, a ajuda, etc) para executar a empreitada.

O passeio começa na pista Cláudio Coutinho, na Urca, que o exército usa para pequenas corridas (e o povo saudável também). A entrada fica a uns 200m do portão, mas já dá pra se emocionar com a beleza do visual.

Com degrauzinhos de madeira, praticamente uma escada rolante enguiçada, e até alguns trechos planos,  levamos um pouco mais de 40 minutos para chegar ao topo, parando para atender os protestos patelares.

A chegada à estação do bondinho faz valer qualquer esforço,

a vista é impressionante. 

Ainda mais agora que a empresa se modernizou e colocou umas lojinhas e barzinhos simpáticos para atender os turistas, ainda que locais; e as peruas consumistas como euzinha.

Depois de repor as calorias perdidas com muito expresso e pão de queijo, os músicos começaram a se animar pra tocar.  Foi um sucesso retumbante!  Até deixaram um tutuzinho no pandeirinho de gorjetas pra nós.

Como descer é muito mais sacrificado do que subir, patelarmente falando, alguns componentes descemos de bondinho, por módicos onze reais (e agora em junho, com o projeto carioquinha viram R$ 5,50)  viemos desfrutando das belezas e do conforto da tecnologia no bondinho.

Esse programinha não pode terminar sem um pit stop no bar do Círculo Militar, com mesas ao ar livre à beira mar. Um chopinho bem tirado e boa companhia fecham qualquer coisa com chave de ouro, né mesmo?

Aos meus companheiros de platinelas, agradeço as fotos candidamente roubadas de seus respectivos facebooks, ok, Helena, Nick e Tadeu?

Anúncios

Tags: , , , ,

9 Respostas to “Rio off-road urbano”

  1. Arthur Says:

    Belo passeio, mas eu vou de bondinho mesmo e depois encontro vocês no Círculo Militar 😉

  2. Henry Says:

    É nessa trilha que naquele filme do James Bond (Roger Moore) ele sai do bondinho, passa pela estrada de Petrópolis e já dá de cara com uma tribo indígena desconhecida. Ah, e a próxima etapa é nas cataratas do Iguacu, que obviamente fica na floresta amazônica. Tudo isso a 5 minutos do centro do Rio.

  3. Meilin Says:

    Arthur, a vantagem é chegar lá em cima limpinho e bem disposto 😎
    Henry, isso é que é cidade grande, né 😉

  4. Carmen Says:

    Isso é fazer um bom “trekking”!!!!!!!!!! Gostei …. e não é muito cansativo!

  5. Daniela Says:

    Oi Meillin,

    Vim parar aqui por conta de algum link nos blogs viajandões.

    E como não são as coisas, hein!

    Fiz aulas com o Tadeu lá na Maracatu, e conheço boa parte do povo que está nas fotos.

    Assim como você, considero-me mais carioca que brasileira….rs

    Como não canso de dizer, o Rio é uma alcaparra sem casca!

  6. Meilin Says:

    KKKKKK Adorei a alcaparra sem casca…
    Então vc deve conhecer o Vinícius, que tb é passageiro do Viaje na Viagem, e batuqueiro dos bons. Obrigada pela visita, Daniela, até qualquer hora, num paticundum da vida 🙂

  7. viagra Says:

    Lindo lugar quem sabe um dia posso conhecer.

  8. Anabela Says:

    Olá! Tudo bem?

    Adorei o blog!

    Gostaria de entrar em contato para fazer uma proposta interessante para o blog.

    Aguardo seu retorno.
    Grata,
    Anabela.

  9. Victoria Says:

    Boa tarde!

    Somos a Localnomad, empresa especializada em alugueis de apartamentos para curtas e longas estadias. Nossa sede está localizada em Barcelona, mas nossos serviços se estendem por cidades como Rio de Janeiro, Paris, Londres, Miami e Nova York, entre outras.

    O conteúdo do seu site nos pareceu muito atraente e informativo. Desta maneira, propomos a realização de um intercâmbio de links. Como nossos sites estão diretamente relacionados e nossos produtos não competem entre si, consideramos que seria algo benéfico para ambas as páginas.

    Caso tenha interesse pela proposta, entre em contato para definirmos os detalhes.

    Obrigada,

    Victoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: